O SANTO ROSÁRIO

Dai-me um exército que reze o Terço, e eu conquistarei o mundo.

SÃO PIO X

 

Tal como a maioria das grandes

empresas, também nós, sem nos considerarmos, todavia, uma grande empresa, idealizámos avançar com um projeto social, paralelamente às nossas atividades profissionais.

Há empresas que abraçam projetos ligados à cultura, e outros.

Como exemplo, poderemos citar a Fundação BPI/La Caixa, que anualmente dá um prémio monetário a instituições que se dediquem à promoção social de pessoas idosas, mediante um concurso para determinar qual o melhor projeto desse ano; poderemos ainda citar a Fundação Manuel António da Mota, que, mediante também um concurso anual, premeia monetáriamente as instituições que apresentem o melhor projeto de promoção social; e ainda a Fundação Manuel Rodrigues dos Santos, que se dedica à promoção de livros e leitura. Poderíamos citar outros exemplos.

No nosso caso concreto, e para não sermos repetitivos em relação a outros projetos já existentes, idealizámos o nosso próprio projeto social, segundo cremos, é um projeto inédito, e daí a nossa convicção de que poderá ser um projeto bem acolhido pelos seus destinatários.

O nosso projeto destina-se a combater o isolamento e a solidão. Um projeto que é absolutamente inovador, segundo cremos, e que, por isso mesmo, vamos avançar com ele, para sabermos, pelo menos, qual a aceitação desse projeto perante os seus destinatários.

O nosso projeto consiste em criar os meios necessários para que seja possível estabelecer uma corrente internacional que mantenha a reza do Santo Rosário ininterrupta entre si, 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Será um projeto de enorme dimensão, de custos muito elevados, custos que serão suportados pelo seu fundador, Nuno Teixeira, ou suportados, eventualmente, pelas ajudas que possam ser disponibilizadas para esse fim por quem voluntariamente queira ajudar. Certamente que, com ajudas financeiras suplementares, este projeto crescerá de modo mais rápido. Mas, independentemente de essas ajudas virem ou não a existir, o projeto irá desenvolver-se com, pelo menos, a capacidade financeira do seu fundador. Em termos de suporte financeiro do projeto, o objetivo é transformar este projeto numa Fundação, a médio prazo.

A partir de uma central de atendimento telefónico, criada para esse fim, será rezado o Santo Rosário com quem telefone para rezar. Paralelamente, serão criadas também condições para que o Santo Rosário possa ser rezado por

videoconferência com vários participantes. Serão criadas também condições para que haja instalações onde o Rosário possa ser rezado presencialmente, e até haverá a possibilidade de se constituírem equipas para ir ao domicílio das pessoas rezar o Rosário. Através de um canal de TV próprio, que poderá ser o youtube, o Santo Rosário será rezado de modo permanente, 24 horas por dia, em direto.

Atendendo a que o fundador conseguiu já providenciar instalações para se iniciar a reza do Rosário ao telefone, o projeto poderá começar já a desenvolver-se, sendo, numa fase inicial, a reza efetuada por marcação prévia. À medida que for havendo verbas para tal, o projeto irá crescendo no sentido da reza permanente.

    This site was designed with the
    .com
    website builder. Create your website today.
    Start Now